Durante a pandemia o mundo todo passou por restrições a aglomeração de pessoas, causando impacto na maneira de viver e conviver. Com as ações de voluntariado não foi diferente. O Programa Voluntários Bradesco teve de paralisar e adiar boa parte de seus projetos, mas também se reinventou, buscando ações alternativas, que permitissem continuar levando benefício para a comunidade, sem gerar riscos aos voluntários. Simultaneamente, vivíamos momentos nos quais, mais do que nunca, a solidariedade se mostrava necessária.

Nasceu então o projeto de mentorias online “Empregabilidade e empreendedorismo”, resultado de uma parceria entre o Programa Voluntários Bradesco, a Unibrad (Universidade Corporativa do Bradesco), a área de Diversidade, Equidade e Inclusão e o Instituto Joule, com o objetivo de preparar funcionários para atuarem como mentores voluntários, conectando-os a jovens negros de todo o território nacional, proporcionando encontros e experiências que alavancam o desenvolvimento de habilidades para o futuro. As vagas para os mentores são divulgadas no Portal Voluntários Bradesco, plataforma oficial do Programa. Dentre os pré-requisitos para a função, estão tempo experiência profissional, habilidade para comunicação e para diálogo empático, postura de aprendiz (“aprender sempre”) e disponibilidade para dedicar ao menos 1 hora por semana, durante 8 semanas. Após a fase de inscrições, dá-se início a um complexo processo para avaliar a melhor combinação entre mentores e mentorados (o chamado “match”). Enquanto isso, os mentores já começam a se preparar para a função, com o apoio de materiais como o Guia do Mentor e 8 e-books que orientam a condução dos encontros. São temas dos e-books: Descobrindo Meu Propósito; Inteligência Emocional; Hard Skills e Soft Skills; Priorização e Gestão de Tempo; Currículo e LinkedIn; Entrevista de Emprego; Criatividade e Inovação e Educação Financeira.

Encontros de orientação são realizados pela equipe do Instituto Joule e do Bradesco, e o letramento racial é conduzido com o apoio de especialistas, como a professora e consultora Jorgete Lemos, parte fundamental da capacitação dos mentores. Cada edição prevê ao menos 8 sessões de mentoria por dupla, além dos encontros de capacitação, de compartilhamento de experiências, e os webinários de abertura e de encerramento. Os encontros são recheados de emoção, de escuta ativa e de desenvolvimento para todos os envolvidos.

Na edição piloto, mentores e mentorados avaliaram de maneira muito positiva suas experiências. A nota média foi de 9.6, numa escala que vai até 10. O sucesso da primeira turma, que envolveu 50 duplas no primeiro semestre de 2021, inspirou o desenvolvimento de outras edições: 7 turmas foram realizadas até o final de 2023.

92% dos jovens se sentem mais confiantes para participar de processos seletivos, após participarem do projeto.

Diante do sucesso e da ótima repercussão, o projeto entrou definitivamente para o calendário do Programa Voluntários Bradesco. As atividades online oferecem a oportunidade de mentores e mentorados participarem de qualquer parte do Brasil, democratizando o acesso a esse tipo de oportunidade.

Por esse projeto o Bradesco foi o vencedor do Prêmio Aplaude 2022 – Ações Voluntárias que Transformam, como Iniciativa destaque em Diversidade na categoria “compartilha, oferecido pelo CBVE (Conselho Brasileiro de Voluntariado Empresarial). A principal premiação de voluntariado empresarial no Brasil reconhece iniciativas que produzem impactos transformadores na sociedade, voltados para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável – ODS, das Nações Unidas. Nas 7 turmas realizadas entre 2021 e 2023, tivemos 451 mentores voluntários, que realizaram mais de 3.200 encontros “one-to-one”, beneficiando 566 jovens negros de 200 cidades, em todas as regiões do Brasil.