Publicação Prata da Casa 2018 traz para o público os principais cases e estudos que foram compartilhados entre os associados do Conselho Brasileiro de Voluntariado Empresarial – CBVE ao longo do ano passado

 

Rio de Janeiro, 03 de agosto de 2018 – Prata da Casa é uma expressão que remete a o que de melhor uma pessoa ou instituição tem a oferecer em um determinado contexto. Seguindo a origem da expressão e pensando em criar um veículo para dar destaque aos cases de sucesso das empresas membro do CBVE, o Conselho lança este ano a Prata da Casa CBVE 2018.

A publicação teve sua primeira edição em 2016 e seus relatos buscam servir de inspiração e fomento para a prática do voluntariado empresarial. 

“Estar na Prata da Casa significa compartilhar experiências de crescimento e desenvolvimento para o Voluntariado Corporativo, sobretudo para a Fundação, e conhecer outras iniciativas que potencializam o desenvolvimento social e ajudam a transformar a realidade de milhares de pessoas. Essa troca é importante e fundamental para melhorar sempre”, diz  Karina Daidone Pimentel, Gerente de Projetos Sociais e Voluntariado da Fundação Telefônica Vivo.   

Envolvendo as empresas Fundação Telefônica Vivo, Amil, Instituto Algar e Instituto Camargo Corrêa, os quatro cases da publicação exemplificam diferentes formas de ocorrência, modalidades e estratégias envolvidas nos programas de voluntariado empresarial praticados hoje no Brasil e considerados referências.

O CBVE desenvolve o voluntariado empresarial, nacional e internacionalmente, por meio da promoção de espaços de diálogo e construção coletiva para as empresas e organizações associadas ao Conselho. Exercendo a função de Secretaria Executiva, o CIEDS media, facilita e apoia a articulação dos processos inerentes às suas atividades.

Para acessar clique aqui

Para mais informações: 

Carolina Muller