Matéria por Claudio Viveiros e Erika Santana, membros do Comitê Gestor do CBVE.

2020 foi o ano em que o chamado para a ação coletiva se fez mais enfático, conclamando os diferentes atores do voluntariado corporativo a ampliarem exponencialmente  suas capacidades de atuar em convergência, de forma a melhor canalizar e amplificar a solidariedade exponencial e voluntária de pessoas em todo mundo que se voltaram a socorrer os mais fragilizados pelo cenário pandêmico.

Como uma nova realidade, a pandemia escancarou  a porta para um mundo que não estávamos preparados para viver. Sem pedir licença fragilizou ainda mais a vida humana e acentuou gravemente desigualdades socioeconômicas já experimentadas por mais de 60 milhões de brasileiros. 

Um cenário que já era crítico ficou ainda pior diante do crescente número de mortos, das também crescentes desvalorização e descrença na ciência, do negligenciamento das regras de distanciamento social, da emergência de uma crise econômica sem precedentes, e dos desencontros e conflitos governamentais de toda ordem que comprometeram a capacidade do país de salvar vidas e conter o alastramento da doença.

Foi nesse contexto que um grande contingente de pessoas e instituições se levantou e deu significado à tão conhecida frase  “Nenhum de nós é melhor do que todos nós juntos”.  

As Corporações compreenderam e se apropriaram da ideia resolvendo por se unir, organizando forças e, de forma conjunta, alavancando recursos diversos. Entre eles o seu maior capital, as pessoas, voluntárias e mobilizadas pela esperança de salvar vidas e assim garantir um futuro compartilhado para comunidades e territórios sem deixar ninguém para trás.

Com o #cbve também foi assim, encurtamos distâncias, unimos forças, nos tornamos ainda mais digitais e fomos ainda mais longe que o de costume.

2020 foi o ano que mudamos,

atuamos em #rede,

ousamos,

#compartilhamos,

#colaboramos e

seguimos #inspirando um mundo melhor.

É para te contar sobre essa jornada que #compartilhamos aqui sobre os desafios e resultados alcançados pela #rede #cbve no ano em que tudo mudou. 

Clique aqui e acesse o Relatório de Atividades de 2020 do CBVE