É o tema do novo artigo publicado pelo CBVE posicionando a escuta como ponto de partida para o planejamento das ações de voluntariado corporativo o artigo reúne reflexões das principais lideranças de favelas e periferias do Brasil

 

O Artigo “Pela Voz das Favelas e Periferias: Como o Voluntariado Corporativo pode Fortalecer o Enfrentamento ao COVID-19”, traz a síntese das discussões ocorridas no painel de mesmo nome, organizado pelo Conselho Brasileiro de Voluntariado Empresarial em junho, como uma das várias ações desenvolvidas pelo Conselho no âmbito da campanha #CBVEcontraoCorona.

O material, que está disponível clicando aqui, traz em perspectiva as reflexões compartilhadas entre as maiores organizações de representação de favelas e periferias do país e os principais atores dos programas de voluntariado corporativo em âmbito nacional – empresas associadas e referenciadas no CBVE. Por um lado, Preto Zezé, Presidente Global da Central Única de Favelas (CUFA); de outro Gilson Rodrigues, Coordenador Nacional do G10 das favelas e líder de Paraisópolis; na proposição da pauta, mediação do debate e sistematização do conteúdo, o CIEDS, organização responsável pela Coordenação da Secretaria Executiva do CBVE.

O Conselho acredita que com mais esta publicação, além de cumprir sua missão frente ao fomento e aprimoramento do voluntariado corporativo, também dá sua contribuição no entendimento deste novo cenário criado pela pandemia global em que o isolamento social desafia a todos, pessoas, sociedades e governos, a rever suas formas de ser e estarem no mundo.

Para conhecer mais sobre como o Voluntariado Corporativo pode Fortalecer o Enfrentamento ao COVID 19 acesse a íntegra do painel clicando aqui.