Ação faz parte do programa educativo desenvolvido para a exposição “Coleção de Fotografia Contemporânea da Telefônica”

A Fundação Telefônica e o Instituto Tomie Ohtake promoverão, a partir de agosto, uma série de atividades educativas para a exposição “Coleção de Fotografia Contemporânea da Telefônica”, que estará em cartaz no espaço do Instituto até 18 de setembro. Estão previstas ações para professores e estudantes, além de educadores e crianças atendidas por organizações não-governamentais, que incluem visitas orientadas, cursos e encontros.

Entre 8 de agosto e 26 de setembro, será montada uma turma para o Curso de Fotografia Contemporânea, destinado a professores e educadores, com o objetivo de aproximá-los da linguagem da fotografia, tanto em seus aspectos práticos quanto técnicos, para utilização na escola.  O curso acontecerá às segundas-feiras, das 19h às 22h, e será ministrado pelos fotógrafos Ricardo Miyada e Cristina Sá, que também são cineasta e pedagoga, respectivamente.

Está prevista, ainda, a promoção de um encontro com professores no dia 19 de agosto, com o objetivo de fornecer formação em arte. Eles participarão de uma visita orientada e de uma atividade em ateliê, durante a qual são discutidas formas para abordagem, em sala de aula, dos temas tratados.

Para os estudantes, serão organizadas visitas orientadas à exposição, que é inédita no país e é composta de obras da coleção da Telefônica, em Madri. Além disso, os grupos de alunos poderão participar de ateliês educativos, com atividades práticas, desenvolvidas pela equipe de educadores do Instituto Tomie Ohtake.

Para dar suporte às ações educativas da mostra, foi elaborado um hotsite (www.fotoscontemporaneas.org.br), com o objetivo de levar o internauta a explorar, de forma lúdica e didática, os princípios da fotografia. Dividido em seções, o site apresenta o que há de mais importante na exposição e auxilia professores no planejamento de atividades escolares. Entre outras coisas, o conteúdo possui informações sobre a história da fotografia, a importância da luz e da sombra, como funciona a câmera escura e elementos da câmera fotográfica, além de exercícios e dicas.  É possível se cadastrar e, inclusive, enviar fotos para a Galeria Virtual.

Como participar

Todo o programa educativo é gratuito. Escolas públicas e organizações sociais poderão solicitar transporte para as crianças (a partir de 5 anos de idade) e adolescentes. Serão organizados grupos de até 40 alunos por visita. O agendamento deve ser feito pelo telefone (11) 2245.1937, das 11h às 20h. Os professores interessados no curso ou no encontro poderão se inscrever por telefone ou através do site  www.setoreducativo@institutotomieohtake.org.br. As vagas para o curso são limitadas a 60 pessoas, sendo duas turmas de 30, e para o encontro a 20 professores.

A exposição “Coleção de Fotografia Contemporânea da Telefônica” tem o apoio do programa Arte e Tecnologia, da Fundação Telefônica do Brasil, que tem por objetivo propiciar acesso à cultura de forma ampla e educativa, sobretudo a crianças e adolescentes. A coleção, que é composta por 80 fotografias, foi iniciada em 2002 com o objetivo de mapear a trajetória da produção fotográfica e refletir o terreno de emancipação, a partir do qual a fotografia se reafirmou como veículo de expressão artística, liberada de sua função documental.

Fonte: Fundação Telefônica