Setor de Telecom assinará carta de intenções em prol da educação

A Fundação Telefônica e a Vivo vão promover três painéis na Futurecom 2011, para discutir impactos das tecnologias na educação, na acessibilidade, na economia criativa e inovação aberta. Representantes dos institutos e fundações das operadoras de Telecom, que já possuem atuação social na área da educação, participarão de um dos debates, durante o qual deverá ser assinada carta de intenções reunindo essas instituições. Todos os painéis acontecerão no estande da Telefônica.

No dia 12 de setembro, entre 16h30 e 18h30, será realizada discussão sobre “Economia Criativa e Inovação Aberta: oportunidades para as telecomunicações na Rede”. Os debatedores serão Reinaldo Pamponet (Itsnoon Brasil); Carlos Domingo (Telefonica I+D Espanha); Luciana Annunziata (Dobra) e Antonio Garcia Zaballos (Banco Interamericano de Desenvolvimento).

Já no dia 13, das 15h às 17h, estará ocorrendo o painel “Como as tecnologias contribuem para a inclusão de pessoas com deficiência na sociedade?”. No debate, estarão: Luiz Lopes (secretário estadual da Pessoa com Deficiência de São Paulo); e Leonardo Gleison (Lara Tec).

“A Sociedade em Rede – Como as tecnologias podem ajudar a transformar a educação no Brasil?” será o tema do terceiro painel, a se realizar no dia 14 de setembro, das 15h às 17h. Para o debate, foram convidados Luli Radhfarer (professor da Escola de Comunicação e Artes-USP) e Marcia Padilha (pesquisadora da área de educação e tecnologias). A mediadora será a presidente da Fundação Telefônica, Françoise Trapenard.

O evento terá, ainda, a participação de representantes de institutos e fundações das operadoras. Ao final, será assinada carta de intenções, que prevê a criação de um pacto de investimento do setor em educação.

Fonte: Fundação Telefônica