As nove melhores ideias ganharão, juntas, R$ 100 mil

A Fundação Telefônica e a Vivo lançam desafio que incentiva a criação de tecnologias sociais e aplicativos para a interação entre membros de comunidades, com vistas a desenvolver formas de aprendizado. As inscrições estão abertas a partir de ontem (1º/8) até o dia 30 de setembro, para todos os interessados. O objetivo é estimular a inovação social, com idéias que possam contribuir para a conexão e interação de pessoas, a fim de se criar agendas de aprendizagem.

O concurso surgiu de uma necessidade do SESI Paraná, que desenvolve o projeto Arranjo Educativo Locai, cujo objetivo é propiciar ambientes de aprendizagem que estimulem o sentimento de comunidade sustentável aliado à prática cotidiana. . Em algumas dessas comunidades, há grande dificuldade em se mapear as potencialidades de aprendizado. Daí a idéia de lançar para a coletividade o desafio de solucionar a problemática, seja através do desenvolvimento de aplicativos para celular ou de tecnologia social alternativa que resolva a falta de informações nas localidades mapeadas pelos agentes da instituição.

As nove melhores ideias receberão, juntas, R$ 100 mil. Para participar, é preciso entrar no https://ideias.me/vivosesi e fazer a inscrição. A iniciativa tem parceria da ideias.me, empresa gaúcha criada em 2010, que detém plataforma de crowdsourcing, cujo objetivo é estimular a inovação e a solução de problemas através da inteligência coletiva.

A Vivo é pioneira na utilização dos movimentos colaborativos no Brasil. As ações educacionais da Vivo agora fazem parte dos projetos desenvolvidos pela Fundação Telefônica, em decorrência da aquisição da operadora de celular pela Telefônica.

Fonte: Fundação Telefônica