A Caravana do Nordeste contra o Trabalho Infantil chegou a Pernambuco, depois de percorrer sete estados. A iniciativa faz parte do projeto de fortalecimento dos Fóruns Estaduais das regiões Norte e Nordeste e das redes municipais de atenção à criança e ao adolescente das duas regiões, formulado pela Fundação Telefônica|Vivo em conjunto com o Instituto Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Inpeti).

A Caravana já passou pelo Ceará, Maranhão, Piauí, Rio Grande do Norte, Paraíba, Alagoas e Sergipe. O objetivo é coordenar, juntamente com os fóruns estaduais, ações de mobilização, como campanhas, discussões pela Internet e realização de caravanas pelas cidades, visando à sensibilização da opinião pública.

Em Pernambuco, a Caravana passará pelos municípios de Salgueiro, Garanhuns, Goiana e Recife, entre hoje (28) e 31 de maio. Nesses locais, está prevista a realização de seminários, além de atividades educativas com crianças e adolescentes. Somente em Pernambuco, das 835.520 crianças, 56.878 encontram-se em situação de vulnerabilidade, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Na quinta-feira (31), representantes do Fórum Estadual para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil de Pernambuco (Fepetipe) terão audiência com o governador Eduardo Campos, para reforçar a importância do cumprimento das metas estabelecidas pelo Plano para Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção do Adolescente Trabalhador de Pernambuco, aprovado no ano passado, pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA-PE).

As ações promovidas pela Caravana do Nordeste contra o Trabalho Infantil podem ser acompanhadas pela Internet por meio da Rede Pró-Menino, da Fundação Telefônica|Vivo (www.promenino.org.br).

Fonte: Fundação Telefônica|Vivo