A experiência da Fundação Telefônica|Vivo no apoio a redes de atenção à criança e ao adolescente será apresentada durante a 24ª edição do Congresso Nacional da ABMP (Associação Brasileira de Magistrados, Promotores de Justiça e Defensores Públicos da Infância e Juventude), que acontece nos dias 16, 17 e 18 de maio. O local escolhido é o Centro de Eventos do Hotel Praiamar, em Natal (RN).

O tema do evento neste ano será “Justiça em rede: articulação e ação sistêmica para a garantia efetiva de direitos de crianças e adolescentes e seu atendimento adequado”. As discussões acontecerão por meio de palestras, oficinas, debates e apresentação de teses. A gerente da área da Infância e Adolescência da Fundação Telefônica|Vivo, Patrícia Santin, apresentará o case da instituição durante oficina, no dia 16.

Desde o início de suas atividades no Brasil, a Fundação atua com projetos de redes, com o objetivo de articular e fortalecer o sistema de garantias de direitos para o público infanto-juvenil. Patrícia Santin também contará como foi construído o Redeca – Sistema de Informação das Redes pelo ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), que tem o propósito de unificar informações numa plataforma digital para facilitar o atendimento da criança e do adolescente.

Realizado a cada dois anos, o encontro está tradicionalmente na agenda dos atores dos Sistemas de Justiça e de Garantia dos Direitos de Crianças e Adolescentes. O evento também se caracteriza como um espaço de qualificação, articulação e mobilização de magistrados, promotores de justiça, defensores públicos, conselheiros tutelares, conselheiros dos direitos, educadores, profissionais de programas de atendimento, gestores e parlamentares.

Fonte: Fundação Telefônica|Vivo