Vinte times de futebol, envolvendo 350 pessoas, participarão da Copa Parque Santo Antonio Telefônica|Vivo, que acontecerá entre 14 abril e 27 de maio, no campo mantido pela comunidade. O evento será promovido pela Fundação Telefônica|Vivo, em conjunto com a Casa do Zezinho, que criou um comitê organizador com líderes locais. O sorteio das chaves, marcado para amanhã, dia 31, terá a participação do ex-goleiro Zetti, que vai conversar com os participantes sobre trabalho em equipe e saúde e qualidade de vida.

A ideia de realização da Copa surgiu a partir de demanda identificada em pesquisa, para subsidiar o programa de Desenvolvimento Local da Fundação. “O clima de Copa do Mundo, a paixão do brasileiro pelo futebol e a própria falta de opções de lazer no bairro, que é periférico, contribuíram para a formatação do campeonato”, anuncia Gabriella Bighetti, diretora de Programas Sociais da Fundação Telefônica|Vivo.

Segundo ela, os times de futebol já eram o maior espaço de participação comunitária no Parque Santo Antonio e havia a possibilidade de poderem se transformar em ferramenta de engajamento de ações sociais. Foi assim que surgiu a ideia das “inscrições sociais”, em que cada time teria de desenvolver atividades coletivas em benefício da comunidade para participar da copa. Dessa forma, foram distribuídas tarefas como limpeza do córrego e de fossas, pintura da biblioteca, manutenção do deck e da churrasqueira construídos à beira do riacho etc. “Acreditamos ter encontrado uma maneira lúdica de recuperar espaços públicos”, afirma a executiva.

A Copa terá cobertura jornalística a ser realizada pelos próprios jovens da Casa do Zezinho, em conjunto com a organização Periferia Ativa. Eles criaram uma equipe de jornalismo esportivo que utilizará as mídias sociais como veículo de difusão do que acontece em campo, além de editar uma revista. Para isso, contam com celulares com conexão à internet e laptops.

Desenvolvimento local

A Copa Parque Santo Antonio Telefônica|Vivo será a primeira experiência do eixo de Desenvolvimento Local da Fundação Telefônica|Vivo, desde que a instituição reformulou sua atuação, a partir deste ano. Além do Parque Santo Antonio, são beneficiados por essa linha de trabalho outro bairro paulistano, a Barra Funda, e as cidades de Santa Cruz Cabrália (BA) e Belterra (PA). O objetivo desses projetos é propiciar melhoria da qualidade de vida das populações de forma sustentável, por meio do acesso às tecnologias.

Fonte: Fundação Telefônica|Vivo